procedimentos

A idade afeta a todos e em nenhum lugar essas mudanças são mais evidentes do que na face. Não só a pele, mas todas as camadas são atingidas pela idade. Os ossos da face perdem volume, músculos se tornam flácidos e há perda de gordura, principalmente da região malar, e acúmulo na região mais inferior da face.

Tecnicamente conhecida como Ritidoplastia ou Lifting Facial, a cirurgia da face é um procedimento cirúrgico para melhorar sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço tais como: flacidez no terço médio da face, vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores, vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca, gordura que tenha baixado ou tenha sido deslocada, perda de tônus muscular na face inferior, podendo causar papada, pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.

Sabemos que a harmonia entre um contorno mais pronunciado da maça-do-rosto, como é popularmente chamada a região malar, e uma região mandibular bem firme e definida, está muito ligada à jovialidade. Nesse sentido, a abordagem mais atual da Ritidoplastia consiste no tratamento volumétrico da face, visando a corrigir, além da flacidez cutânea, as alterações dos tecidos profundos da face e pescoço. De acordo com a disposição única de cada paciente, os tecidos profundos da face são reposicionados, a musculatura é estruturada e a gordura em excesso é removida da região inferior da face e adicionada na região malar.

Procedimentos combinados são muito comuns; suspensão de supercílio (Lifting Frontal ou da testa), blefaroplastia (pálpebras), encurtamento da distância naso-labial, aumento do lábio (com enxertia de gordura) ou dermoabrasão peri-oral. Pode ser necessário coletar gordura do abdome e para sua utilização como enxerto para corrigir sulcos e contribuir com o tratamento tridimensional da face, dando um aspecto mais jovial. O enxerto de gordura pode também ser utilizado para promover aumento do lábio.

ico-anestesia

Anestesia

Anestesia local com sedação ou anestesia geral.

ico-tempo-cirurgico

Tempo cirúrgico

2h a 3h.

Pós-operatório

Curativo com atadura. Cicatrizes escondidas. Pode necessitar dreno.

Recuperação

Retorno às atividades em 10-14 dias. Duração do resultado por 10-15 anos.

 

Assista como é feito o procedimento